29/05/2017

Compartilhar arquivos em rede no Lubuntu

O gerenciador de arquivo padrão do Lubuntu não dá suporte ao compartilhamento de arquivos em rede, no entanto podemos resolver esse problema facilmente com a instalação de duas aplicações que podem ser encontradas nos repositórios oficiais do sistema.

Em primeiro lugar temos que instalar o Samba, pois é através dele que poderemos interligar computadores em rede. Para instala-lo, basta que execute o comando abaixo no terminal:

sudo apt-get install samba


Em seguida, devemos instalar um novo gerenciador de arquivos, já que o PCManFM - gerenciador de arquivos padrão do Lubuntu - não dá suporte ao compartilhamento de arquivos em rede NATIVAMENTE.

O melhor para esse trabalho na minha opinião é o Caja:

Na realidade, para compartilharmos arquivos em rede bastaria ter o Samba instalado, porém por não ter interface gráfica acaba sendo um problema para muitos não familiarizados com linha de comando, portanto, ter um gerenciador de arquivo que faz esse trabalho é a melhor saída.


Para instalar o Caja execute o comando abaixo no terminal:

sudo apt-get install caja

Caja já instalado

Depois de instalado, precisaremos instalar um pequeno complemento no Caja para que tudo funcione perfeitamente. Use o comando abaixo para instalar:

sudo apt-get install caja-share

Pronto!

Agora veja que, quando clica com o botão direito do mouse sobre um arquivo ou pasta, aparece a opção de "opções de compartilhamento" - Deve fazer isso dentro do Caja


Dentro das opções disponíveis, podemos escolher se os arquivos irão poder ser editados por outros (neste caso também será possível copiar arquivos para o pc que está compartilhando os arquivos) e se precisará de senha para acender aos arquivos em outro computador ou celular. Lembre-se que, se optar por senha para acender aos arquivos em outro aparelho a senha e usuário serão os mesmo para ter acesso ao teu sistema operacional - isso se não tiver alterado nada no Samba...

De resto, teu PC já estará compartilhando os arquivos que escolheu na rede. Para acessá-los irá precisar saber o endereço IP do PC que está compartilhando os arquivos, para configurar na outra máquina.


Acessar os arquivos compartilhados através do Android


Para acessar arquivos em rede através de um celular Android recomendo o aplicativo ES File Explore Manager, que pode ser encontrado gratuitamente na Google Play. Considero-o como o aplicativo mais completo do gênero, portanto vale a pena tê-lo no teu dispositivo.

Entre no aplicativo e navegue até a aba Rede > Lan, conforme ilustrado na imagem acima

Nessa aba, clique para adicionar um novo servidor - que no caso é o endereço IP da máquina que está compartilhando os arquivos.

Uma recomendação que sempre dou é definir um endereço IP fixo no roteador para o computador que está compartilhando arquivos em rede pois assim não precisará sempre ficar a verificar o novo endereço IP, que, como sabe, é alterado todas as vezes que o aparelho é conectado ao roteador. Recomendo que leia este breve tutorial que escrevi sobre o assunto, pode ser útil (clique aqui)


Após inserir o endereço IP da máquina na área servidor, basta prosseguir apertando em OK. No entanto caso tenho ativado o usuário e senha para acesso aos arquivos terá então que inseri-los. Lembrando que por padrão o Samba usa o usuário e senha do sistema operacional, por isso caso esteja com problema basta então na área usuário entrar com o nome de usuário do sistema operacional da máquina que está compartilhando os arquivos. Evidentemente você pode definir uma nova senha, mas no caso terá que alterar as configurações do Samba. Existe muito conteúdo sobre ele na internet, então não será um problema.


Resumidamente, é isso. Se tudo funcionar perfeitamente, os arquivos aparecerão e poderão ser acessados através do ES File Explore.

Uma funcionalidade que encontrei em tudo isso é poder fazer backup dos arquivos que estão no Android para o computador rapidamente. Ou também assistir a séries e filmes que estão armazenadas no computador, sem precisar transferir arquivos por USB. Acho o ES File Explore particularmente interessante porque tem suporte a muitos formados de vídeos, então se como eu tens filmes em MKV, por exemplo, poderá acessá-los sem nenhum problema.