Como instalar o Messenger no Linux - Caprine

O Linux não dispõe de nenhum cliente oficial do Facebook Messenger para as suas diversas ramificações, no entanto, entusiastas desenvolveram um cliente não oficial que entrega todas as principais ferramentas presentes no mensageiro. Disponível para as principais distribuições, o Caprine é fácil de instalar e usar.

Para aqueles que usam bastante o Facebook Messenger, ter um cliente desktop que roda diretamente sem a necessidade de um navegador é uma verdadeira mão na roda. O Caprine funciona com integração ao sistema e permite ao usuário fazer modificações na interface do aplicativo. O modo noturno, inclusive, está presente.
Desenvolvido por Sindre Sorhus, o Caprine é um cliente não-oficial de código aberto disponível para Linux, MacOS e Windows. Ele está disponível para as populares distribuições Linux e a instalação pode ser feita através de pacotes .deb, AppImage, Snap e entre outros. Para baixá-lo, entre na página oficial do cliente no GitHub e escolha a opção de instalação que preferir. *Vale lembrar, no entanto, que o Caprine só roda em sistemas 64 bits.

O Caprine traz consigo ainda algumas configurações que complementa a privacidade do usuário. Eu sei que é meio incoerente falar em privacidade ao mesmo tempo que falamos do Facebook, mas, o cliente consegue isso. Nele, é possível desativar o marcador de online e ainda ocultar o digitando, além também de impedir que o Facebook rastreie os links trocados no bate-papo.
A integração com o sistema operacional permite que o usuário receba novas mensagens diretamente no desktop. Para aqueles que não se sentirem confortáveis com isso, é possível que desabilite a função ou mesmo impedir que o corpo da mensagem seja exibido nas notificações.



Até a próxima!

Postar um comentário

0 Comentários