O Estado venceu mais uma vez

Após algumas semanas que o Facebook anunciou oficialmente os planos de mudar o rumo original da Criptomoeda Libra, o CEO do Telegram, Pavel Durov, através do seu canal oficial noticiou que o projeto da criptomoeda Gram havia por fim acabado 😢

Há anos que o Telegram vinha lutando com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) em uma batalha jurídica que desde o início já ficou claro que seria infrutífera. Só agora, após muitas idas e vindas o Telegram deu o braço a torcer e cedeu ao regime comunista dos EUA.

No seu pronunciamento o CEO fez duras críticas ao processo movido pela SEC e à forma como os EUA impõem medidas contra as finanças e tecnologias a nível mundial.

“Infelizmente, o juiz dos EUA está certo sobre uma coisa. Nós, pessoas fora dos EUA, podemos votar em nossos presidentes e eleger nossos parlamentos. Mas quando o assunto são finanças e tecnologia, ainda dependemos dos Estados Unidos. Eles podem usar seu controle sobre o dólar e o sistema financeiro global para fechar qualquer banco ou conta bancária no mundo” Disse Durov

Durov disse ainda que essa política dos EUA bate diretamente na questão de soberania dos outros países uma vez que uma decisão isolada da SEC pode barrar a negociação de um Token em todo o mundo:

“Esta decisão do tribunal implica que outros países não têm soberania para decidir o que é bom e o que é ruim para seus próprios cidadãos. Imagine que os EUA de repente decidissem proibir o café e exigissem o fechamento de cafeterias na Itália, porque algum cidadão norte-americano poderia chegar lá. Certamente ninguém concordaria.”

ISSO JÁ ERA ESPERADO


Assim como o projeto Libra do Facebook sofreu duros golpes antes mesmo de ser anunciado oficialmente, o mesmo é esperado que aconteça com outras empresas que tentem seguir o mesmo caminho. O Telegram sabia disso desde o início e mesmo assim desperdiçou energias tentando lutar contra o sistema draconiano dos EUA.

A principal forma de poder que o estado dispõem é a moeda. Justamente por isso coisas como lastro e concorrência entre moedas é mal visto por todo parasita estatal. Não faz sentido nenhum projetos como o da Libre e da Gram serem visto com bons olhos.

O Bitcoin continua de pé até hoje apenas por conta da sua natureza embrionária descentralizada. Não há como pará-lo e muito menos como multá-lo. Não existe ninguém responsável pelo Bitcoin e portanto não existe nenhuma forma de pará-lo. Para impedir que transacionem dentro da rede apenas DESTRUINDO toda a estrutura da internet - o que é uma atitude muito pouco esperada, mesmo por parte de regimes ditatoriais como os dos EUA.


O erro de todos esses projetos de criptomoedas é a centralização. Não há chance alguma de vermos alguma cripto amplamente usada dentro das próximas décadas.

Postar um comentário

0 Comentários